27 de maio de 2015

Mudanças, ENGLISH, sushi, sake e new friends !!!



Hoje foi dia de mudança no curso de inglês. Eu não contei, mas era para eu ter encerrado o curso há algumas semanas, por conta do preço alto. O Hawaii é muito caro! Estudar inglês aqui… ui, ui, ui. Tinha decidido estudar em casa, com o Rosetta Stone. Mas ponderei sobre a possibilidade de me sentir sozinha, além de não poder praticar com outras pessoas. Isso sem falar que não tenho cacife para essa disciplina. Quem “diz que” que conseguiria estudar sozinha? O momento é agora !!! I NEED TO SPEAK ENGLISH NOW!!! Além disso, amo minha turma, minha professora… O curso é massa !!!

Toda semana é uma festa !!!

Toda semana é uma festa !!!

Aí resolvi continuar no curso. Fiquei feliz com a recepção!!! Me despedi de meus colegas na sexta e na terça, quando voltei, eles fizeram a maior festa ao me ver. Isso para a brasileirinha saudosa do calor de sua terra foi bom demais !!! Minha turma é incrível !!! Tem muitos suíços, muitos japoneses, um koreano, um árabe e um brasileiro. Tinha mais, mas a cada semana a gente se despede de um. É triste, mas é a lei da vida nesse curso. Cada semana alguns vão e outros chegam. Eu vou ficando, até quando meu inglês chegar no topo e eu poder me amostrar com mais vontade.

As despedidas !!! As pessoas com os colares vão embora !!!

As despedidas !!! As pessoas com os colares vão embora !!!

Nós temos duas aulas por dia. A primeira, é mais teórica e a segunda mais prática. Thomas, o da primeira, é o metido a bad boy. Surfista, boa pessoa e um bom professor. A sensação é de que gostaria mais de estar surfando ao invés de ensinando. Ele já morou em Santa Catarina e fala português direitinho. Isso quando eu posso extrair alguma coisa dele. No curso é proibido falar outra língua que não seja o inglês. Niki, a segunda, é a melhor professora do curso, sem dúvida. Não passei por muitos professores, mas eu super acho isso. Os outros alunos também. Nas aulas, a gente conversa sobre nossa vida, fica sabendo da vida de “quelé”… fala sobre o mundo, geografia, fala, fala, fala… Até a língua doer. Às vezes,  também nos juntamos e vamos juntos ao Happy Hour de um restaurante japonês, perto do curso, onde bebemos sakê e comemos sushi. Imagine, iguarias japonesas com japoneses é tuuuuuuuuuuuudo de bom !!!

Sakê, sushi e gossip time

Sakê, sushi e gossip time

Para nossa surpresa, hoje, separaram a gente. Oito de um lado e oito de outro. É que essa semana tem mais gente no B1 (meu nível é o intermediário). Isso significa que seria impossível 16 pessoas numa turma só para quem quer realmente aprender inglês. Outra parte chata foi que mudaram a professora. Ohhhhhhhhhhh não !!! Essa parte é imperdoável !!! Agora é um cara que se acha engraçado, mas não é. Pode ser até bonzinho como professor, mas de piada ele é péssimo. Eu ri algumas vezes, mas por conta de tão sem graça era a dita. Mas ok. Preciso ser mais generosa com o rapaz e aceitar as mudanças. Que sejam para o nosso bem. A turma e a professora podem se juntar nos dias de “Sake time” e está tudo certo.

Niki... The best teacher !!!

Niki… The best teacher !!!

Em relação ao meu inglês, estou há quase cinco meses estudando pesado e ainda estou capenga. Mas, pelo menos, estou mais corajosa. Me jogo mais, conheço algumas frases, palavras, meu vocabulário melhorou… O problema é a pronúncia. Sou baiana, meu acento é fortíssimo. Nenhum problema. Tenho tempo para aprender outras coisas, sem precisar desmerecer o que é meu.

Acho top aprender outra língua no local em que a língua está nas ruas, em todo lugar. Deveria ter feito isso há mais tempo, quando minha cabeça estava mais fresca e receptiva. Agora é luta, luta e mais luta. Mas quem “diz que” viver seria fácil, né?

Simbora !!! Let’s go, Daniela !!!

Categoria(s):
COMPARTILHE:
Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *