CADA UM TEM A PATRÍCIA QUE MERECE!

CADA UM TEM A PATRÍCIA QUE MERECE!

11 de setembro de 2016

Porque sou FRIDA e não me KAHLO

Ooooooi, meu povo !!!

 

Sou louca e não é de hoje por FRIDA KAHLO! Sua vida e sua obra são surpreendentes. Viveu de forma plena e, apesar dos percalços se manteve firme e otimista.

Recentemente em minha andanças por Hawaii encontrei uma linha com a assinatura dela. Coisas lindas! Esmaltes e batons com cores BAPHONICAS. Comprei tudo que achei e resolvi compartilhar com vocês. Estou tentando ver se está vendendo em algum lugar do Brasil e assim que eu tiver uma resposta positiva, aviso, ok?

14330944_10202170941471812_1338037355_n

14287759_10202170941631816_1975573016_n

 

14341604_10202171070235031_1853530083_n

 

 

 

Categoria(s):
COMPARTILHE:
8 de setembro de 2016

QUAL É O SEU SONHO?

Você parou para pensar QUAL É O SEU SONHOU? Você é uma pessoa sonhadora? Tem gente que sonha acordada, tem gente que sonha dormindo, tem gente que tem pesadelo, tem gente que não consegue parar de sonhar, tem gente que sonha, sonha, sonha… E você?

Fiz um vídeo sobre sonhos. Quer ver?

           

paquita2

Categoria(s):
COMPARTILHE:
8 de setembro de 2016

POR QUE EU LEIO?

172237_185511434815616_637873_o

A gente sempre fala que ler é viajar. E é mesmo. Mas muito mais do que viajar, ler um bom livro também me completa. Não que uma viagem também não me complete. Pelo contrário, viajar é uma das melhores coisas da vida. E se a gente levar um livro, então…

Porém, livro, além de me permitir embarcar numa viagem, permite repensar minha vida, meus valores, minha visão de mundo… Todo livro, independente do gênero, nos deixa uma grande lição. Porque TODA história assim é. UMA LIÇÃO. Eu, por exemplo, sempre que saio de casa, observo as pessoas como se fossem personagens de livros. Imagino sua voz,  seus amores, dessabores, o que come, o que pensa, onde estuda ou estudou, a profissão, o perfume… Cada pessoa é um livro. Ou muitos deles. E como todo livro tem os bons e os não tão bons, além daqueles considerados péssimos. Tudo depende das relações e da visão de cada um e seus acordos. Compliquei, né? Assunto para outro dia.

livrosminha-cachac%cc%a7a-4

Por isso mesmo, sempre que leio inevitavelmente tento enxergar esses “personagens” nas ruas. Uma vez li um romance que se ambientava em Waikiki, bairro de Honolulu, onde moro. Depois disso, Waikiki nunca mais foi a mesma. Não consegui andar pelo bairro sem pensar neles. Pensei no quanto a autora teve que pesquisar para ser o mais próxima da realidade. Será que ela esteve aqui? Era tudo tão real. Dia desses, uma amiga autora estava escrevendo e precisou de uma referência de Barcelona, na Espanha. Então ela foi ao google e pensou até no restaurante, a hora que abre, fecha, a vista… Muito bom ver essa criação tão de perto.

waikiki-26065

Waikiki – Foto: www.expedia.com/Waikiki.d6048741.Destination-Travel-Guides

Também pensei na lição que cada personagem passa, com sua história e seus desafios. Nesse livro em Waikiki, por exemplo, percebi que não sei muito sobre Hawaii. Só o básico. Como estou há quase 2 anos aqui, o básico já não me satisfaz. O básico, inclusive, ultimamente anda me atormentando. Minha família, por exemplo, qual é a sua história? Quem realmente foi meu bisavô, minha bisavó, meus avós, meu pai… O pouco que sei foi minha mãe que me contou e quando ela se foi, levou com ela esse precioso baú.

É por isso também que cada dia entendo mais o dito que diz que todos nós precisamos escrever um livro. Sem eles, como sonhar, hein? Estou agora nessa cachaça. Toma comigo? Vou viajar. Vem comigo?

Categoria(s):
COMPARTILHE:
29 de agosto de 2016

VOCÊ PRATICA O QUE VOCÊ POSTA?

E aí, minha gente, VOCÊ PRATICA O QUE VOCÊ POSTA?

A pergunta é profunda, básica e necessária. Na era da internet, a gente posta de mais, né? A pergunta é: E faz o que posta?

Vamos ver o vídeo? BASTA CLICAR !!!

pratica2

Categoria(s):
COMPARTILHE:
28 de agosto de 2016

É ISSO.

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome… Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é…Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de… Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é… Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável… Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama… Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é… Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a… Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é… Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é… Saber viver!!!

Charles Chaplin

patyentao

Categoria(s):
COMPARTILHE:
...10...1617181920...3040...