12 de dezembro de 2018

Especial NATAL 📍ACONTECEU NO NATAL 📍 Bárbara Sá



ENTÃO É NATAL, minha gente! “E o que você fez?” A de cá? “Boa pergunta!”

 

 

 

 

Eu fiz tantas coisas! Tá com teeeeeempo?

Mas não é sobre isso que vou falar aqui, não. Quero falar sobre livros. Tenho lido tantos ultimamente! E isso tem me deixado bem feliz!  Após um ano tenso e de intensa “ressaca literária”, eis-me aqui, people.

Acabei de ler um que aqueceu o coração da de cá!

Trata-se de “ACONTECEU NO NATAL, o primeiro livro da blogueira e booktuber, Bárbara Sá, do blog e canal “Segredos Entre Amigas”.

 

 

Mas, porém, todavia, entretanto…
Vamos primeiro a tão bela e necessária sinopse.

 

 

 

ACONTECEU NO NATAL

 

Título: ACONTECEU NO NATAL
Autora: Bárbara Sá
Editora: AMAZON
Compre: EBOOK

 

 

Fazer um pedido, jogar uma moedinha na fonte e acreditar que ele vai se realizar é a maior balela para Melinda. A jovem não acredita em destino, mesmo que essa palavra venha ultimamente surgindo muito na sua vida. Vinda de seu irmão, de um senhor na rua e até de Augusto, seu paquera. E é com ele que Melinda viverá um romance mágico às vésperas do Natal, descobrindo que talvez isso tenha sido um empurrãozinho do destino.

 

 

Conheci o trabalho de Bárbara Sá há alguns e o jeito dela me ganhou de cara. Começando pelo fato de também ser baiana, extrovertida e ter falas próximas das que eu acredito. Pense na pessoa que te convence a comprar fácil, fácil um livro só por conta das suas resenhas baphos, todas trabalhadas na sinceridade!

 

         

 

A novidade é que agora ela também é escritora. E das boas!

O conto “ACONTECEU NO NATAL” é aquela história que te faz querer pegar o bofe e andar pelas do Rio, tomando um sorvete e fazendo planos para as festas de fim de ano, já no Carnaval. 

 

 

QUEM É MELINDA e QUAL É A SUA HISTÓRIA?

 

Vamos conhecer a história de Melinda e de sua família. Ela é uma garota carioca, que não acredita nessas essas coisas de destino, moedinha na fonte de desejos, superstições e pi pi pi pó. 

O conto se passa no Rio de Janeiro, onde Melinda mora com o pai e o irmão, Ricardo. A mãe dela morreu, assim que ela nasceu, no parto. Os três são muito unidos e formam aquela quase clássica família feliz, com direito a comidinha feita pelo papai, que é amante da culinária e o jogo de xadrez, protagonizado por ela e o irmão, que namora Rebeca.

É início de verão e, num belo dia, ela conhece Augusto, com quem começa um romance leve e cheio de significados.

Embora o pai, o irmão e o crush dela acreditem em destino, ela se mantém cética e até, por vezes, aborrecida com quem acredita que a vida não é só o que é e pronto. Isso, até o dia em que se depara com a fonte de Vênus, a Deusa do Amor e começam a acontecer coisas que põem em xeque as suas certezas, quando então ela passa a se questionar, até que ponto não acreditar é a verdade.

 

 

 

E QUAL É O PROBLEMA?

 

O único problema do conto, para mim, é que ele acaba. kkk São apenas 50 páginas. Não tem grandes conflitos, mas tem deliciosas surpresas e segredos quase revelados, nos deixando aquele gostinho de “quero mais”. 

A sensação que tive foi de ver um capítulo de apresentação de uma grande novela. Sabe aquele capítulo enorme, onde todos os personagens são expostos e que seria melhor terminar ali mesmo pra não estragar o barato? Pois bem. São poucas páginas, mas que dizem mais do que oito meses de uma trama que não vai para lugar nenhum.

Achei diferente. Achei aquela típica história que caberia (e bem) na programação de fim de ano da Netflix, para a gente ver com a família na sala, na noite de Natal, comendo e bebendo coisinhas típicas, enquanto espera a visita do “Papai Noel”.

 

ACONTECEU NO NATAL : AUTORA X PERSONAGEM

 

Bárbara tem um jeito peculiar de contar a história. A gente consegue imaginar a voz dela, inclusive. “Todo esse charme trouxe muitas paqueras para ele no decorrer dos anos”. Esse “no decorrer” aí é bem a cara dela. Tem coisas que Melinda fala que me lembram muito ela em suas resenhas, embora eu saiba que sejam pessoas diferentes. Tipo essa coisa de ser empoderada, extrovertida, curiosa, de se achar foda mesmo e de mostrar o poder da mulher, de forma leve, efetiva e didática. 

 

 

 

 

 

“ACONTECEU NO NATAL” traz traços feministas, mesmo sem levantar bandeiras. Afinal é uma menina, jovem e quase mulher, que olha para o garoto, chama ele pra sair, paga o primeiro lanche… tudo nos tempos em que as mulheres não tinham tão protagonismo na vida. Para muitos pode até parecer besteira, mas, para mim, significa e muito.

Amei!

Ótima dica para quem também está em plena ressaca literária.

Ótima dica para quem não está a fim, no momento, de sofrer com personagens complicados e quebrados.

Ótima dica para quem ler livros sobre o Natal.

Ótima dica para quem quer dormir com a sensação de que, apesar de tudo, a vida super vale a pena.

Boa, Bárbara! “ACONTECEU NO NATAL” já é sucesso! Dou super nota máxima e muitas estrelas.

Mas não pense que escapou, não.

Quero saber o babado do pai dela. O que foi aquilo? Quero na minha mesa já!

Axé, gata!

Categoria(s):
COMPARTILHE:
Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *