CADA UM TEM A PATRÍCIA QUE MERECE!

CADA UM TEM A PATRÍCIA QUE MERECE!

3 de agosto de 2017

MARATONA LITERÁRIA | SORTEIO DE LIVRO

Oi, minha gente !!!

Está rolando um vídeo bem fresquinho no canal.

Estou em MARATONA LITERÁRIA. Muuuuuuitos abadás.

Decidi ler alguns livros e conto com vocês nessa aventura.

Além disso, também estou sorteando o livro “CASEI, E AGORA?”, de Tatiana Amaral.

Quer mais?

Pra ganhar é muito simples. Basta seguir o regulamento. No vídeo, explico tudinho. Topa?

Venha !!!

 

 

 

Resenha de “Casei, E Agora?” de Tatiana Amaral

 

 

Resenha de O LADO FEIO DO AMOR – Colleen Hoover

         

Categoria(s):
COMPARTILHE:
31 de julho de 2017

Mulher Negra, Forte, Empoderada e Feliz !

Mulher Negra e Rainha

Há alguns anos, quando eu soube dessa data, eu era uma das que questionaram o porquê desse dia. “Pra que DIA INTERNACIONAL DA MULHER NEGRA LATINO-AMERICANA E CARIBENHA?”, era o eu queria saber. Felizmente, não demorou muito para eu entender que só foto desse dia ser questionado já o faz necessário “Por que não?”. Por que o nosso destaque fere tanto e por que nós mesmas, muitas vezes, queremos ser invisíveis? Já compreendi o fio da meada. O racismo não quer que a gente saia do lugar. Ele não se conforma. Ele quer se fazer presente nos mínimos detalhes. E muitas vezes nos usa como mola mestra para se legitimar. Mas comigo não. Comigo não mais. Eu não aceito, eu não quero, eu não preciso ser menos do que sou. E vamos ter quantos dias dias forem necessários!

Dia desses uma “amiga” me disse que a gente deveria viver e parar de falar sobre isso, falar sobre as diferenças, que isso, sim, nos separa.  Ok. Isso seria lindo, se fosse real. Isso seria divido se fosse verdadeiramente praticado. Não fomos nós que separamos. Fomos separados.E de forma desumana. Agora estamos dispostas a reparar. Estamos dispostas a nos reparar. Sem pedir licença, sem pedir desculpas. A gente não deve desculpas. A gente não deve nada. A gente está aqui para cobrar. E gente vai.

Não se iludam. Somos diferentes. Somos todos diferentes. E são essas diferenças que nos fazem especiais.

O que vamos fazer?

 

E na SEMANA INTERNACIONAL DA MULHER NEGRA LATINO-AMERICANA E CARIBENHA, passo aqui pra dizer que nem sempre as pessoas querem ouvir o que a gente tem a dizer, mas ainda assim a gente fala. A gente vai falar. Em 2017 e por toda as próximas gerações a gente fala, viu? Falar até gastar. Vamos celebrar, vamos empoderar, vamos ser, vamos crescer, vamos ver, vamos tomar conta do mundo!

E só em saber que não caminho sozinha, o meu sorriso brota. A gente ri também, viu? Ri até gastar. A gente gasta, gasta, gasta e não se cansa. A gente, pelo contrário, avança. E se lança. Não mais só, não mais timidamente. E ama, e aprende, e ensina, e estuda, e fortalece, e se fortalece… Tanta coisa. Até gastar. E gasta.

PARABÉNS, PRETAS! Muito orgulho de nós!

Mulher Negra

👊🏿❤👸🏾😍💃🏿

 

Categoria(s):
COMPARTILHE:
18 de julho de 2017

A CARONA | Tatiana Amaral

Oi, minha gente !!!

Quantas promessas você fez que não pôde cumprir? Você já guardou algum segredo? Quem nunca, hein?

Resenha é sempre bom, né? Eu adoooooooro !!! E ando bem empolgada !!!

Estou com uma recém saída do fogo. É sobre promessas, segredos e outras coisitas mais. Vamos lá?

Vamos de A CARONA, de Tatiana Amaral, da Editora Pandorga?

 

         

 

 

Categoria(s):
COMPARTILHE:
18 de julho de 2017

Perdas e Ganhos…

 

Oi, minha gente !!!

Vamos papear sobre as PERDAS E GANHOS da vida? Muitas coisas acontecendo com a de cá.

Tenho novidades. Vamos conversar?

 

 

Categoria(s):
COMPARTILHE:
18 de julho de 2017

Medo de quê?

Eu, Patrícia Rammos, tenho medo de:

Barata voadora,

de Bento XVI,

de não saber envelhecer,

de Clown (como disse o meu amigo grampeado, tenho clownstofobia),

de perder um ente querido,

de boneca que fica rindo,

do bagaço da laranja dentro do suco Del Valle,

das reformas na Barra (será que volta?),

do banho de luz, de asfalto…

das crianças que nascem hoje, já de olhos abertos,

de ouvir alguém dizer que nasceu em 86 (prefiro que alguém diga que tem 29 anos a dizer que nasceu no mesmo ano em que vi o Brasil perder a Copa para a Argentina, com um pênalti de Zico… e o mesmo ano que surgiu o Xou da Xuxa… muito forte, muito antigo… aff!!!),

de “Queima índio e quebra doméstica”,

de gente “puxa-saco”,

do BBB e de quem aquelas pessoas representam,

de Temer e sua patota,

de tubarão,

de tomar uma queimada de Maria Bethânia,

de não ter mais sonhos,

de furação,

… Ai, tantas coisas…

E você tem medo de quê?

Categoria(s):
COMPARTILHE:
...45678...2030...