CADA UM TEM A PATRÍCIA QUE MERECE!

CADA UM TEM A PATRÍCIA QUE MERECE!

18 de novembro de 2015

RESENHA: O LADO FEIO DO AMOR

Minha gente,

Estou aqui para contar as minhas impressões sobre O LADO FEIO DO AMOR, de Coleen Hoover.

Livro BAPHO, BAPHO !!! Emoção, romance, paixão… Uia.  Quer ver?

Fique a vontade !!! 😉

Categoria(s):
COMPARTILHE:
16 de novembro de 2015

Xeque-Mate – Dill Ferreira

Oi, gente !!! Tudo bom?

Nesses dois últimos meses de cá leu mais de 20 livros. Muitos, conheci quando entrei em alguns grupos de leitura e de autoras no facebook. Estou muito orgulhosa por estar conseguindo bater minha meta em 2015. E muito feliz também por conhecer tantas autoras brasileiras !!! Vou tentar fazer resenha da maioria aqui no blog e no canal. Vumbora?

Bom, para começar, se você gosta de uma história romântica, com direito a “vilã” perseguindo a “mocinha” pra ficar com o “mocinho”, com doses de mistério, paixão, erotismo, muito, muito, muito beijo na boca, além de uma leve discussão sobre o nosso preconceito de todos os dias, você vai gostar, sim, de  XEQUE-MATE, livro de Dill Ferreira.

CAPA XEQUE-MATE

LIVRO: XEQUE MATE – Tente Bloquear o Amor e Ele Se Revelará Seu Maior Adversário

Autora: Dill Ferreira

Editora: MODO Editora Tradicional

Páginas: 316

Sinopse:

“Depois de conhecer o belo e misterioso Marcus, no badalado Carnaval carioca, e ser abandonada por ele, Thaissa retoma sua rotina carregada de boas lembranças e um desejo intenso de algo que ficara inacabado e a atormentava constantemente. Enquanto tentava, sem sucesso, esquecer-se das carícias e dos beijos que partilharam surge a sua frente o novo sócio da empresa de seu pai. E ele é nada mais nada menos que Marcus, o homem que tumultuava seus pensamentos. Começará aí um jogo de paixão, luxúria, mágoa e intrigas. Em que o destino, usando de suas artimanhas, lhes colocará frente a frente para o confronto final. Onde vencerão juntos, ou ambos sairão perdedores. Quem será o grande vencedor nesse jogo de amor?”

xeque2

Bom, o livro é a história da bela Thaíssa Guerra, uma mulher independente e determinada que, junto com o pai, dirige a Fênix, uma empresa de marketing bem conceituada em Goiânia. Dia desses, no carnaval do Rio de Janeiro, ela conhece Marcus, num desses camarotes de desfiles de Escola de Samba, onde conversam sobre amenidades, flertam e se envolvem. Depois, acontece outro encontro, desta vez, num baile de carnaval. Quando pensa que pode acontecer algo mais entre eles, Marcus foge sem explicações ou deixar rastros.

Tentando seguir com sua vida, apesar de ter aquele estranho povoando seus pensamentos, ela volta a sua rotina e resolve dar até uma chance a um novo pretendente.

O que ela não esperava era Marcus ressurgir em sua vida, tornando-se um dos sócios da empresa de seu pai, fazendo com que tenham que trabalhar juntos e conviver com a atração mútua e cada vez maior. Marcus é empreendedor, decidido, justo, controlador e sexy, o que faz da vontade dela de fugir dessa atração, uma tarefa difícil. Paralelo isso, existe Letícia, ex-amante e ex-secretária de seu pai, alpinista social, que sempre viu nos homens “poderosos” a possibilidade de se dar bem. Isso a transforma em sua grande rival, já que ela não mede esforços para conquistar Marcus. Thaíssa guarda muita mágoa de Letícia, pois foi por conta desta que supostamente seu pai separou-se de sua mãe, agora falecida, quando esta estava doente, fazendo-o perder muito dinheiro e algumas ações em seu benefício.

Sinceramente? Eu gostei do livro. Thaíssa é forte e carismática, embora, em muitos momentos, se torne chata, mimada e infantil para uma mulher de 30 anos. Muitas vezes, a gente não entende sua demora em se decidir. Faz a famosa “quer, mas não quer”, sabe? Mas também vi em sua personalidade uma independência e uma vontade de se transformar em alguém melhor. Tem inseguranças, mas tem certezas também. E esse equilíbrio a torna humana. A vontade legítima de sarar as feridas do passado e o desejo feroz de dar continuidade ao que o pai construiu, é louvável em seu traço de personalidade. Já Marcus é leve, é focado, é feroz, vem com a leveza, com a determinação, com a “sem-vergonhice”… pra vida de Thaíssa, ainda machucada pela ausência da mãe e a “fragilidade” temporária do pai. Há muito o que sanar, muito o que curar e cuidar… E isso fica cada vez mais forte com a presença dele. Apesar de, por muitas vezes, ele largar alguns discursos estranhamente machistas. Ele cisma que Thaíssa pode ser uma dessas garotas “baladeiras” e fáceis. E isso me irrita um pouco. E se ela for, qual é o problema? Não pode? Como assim mulher não pode se entregar na primeira vez? Não pode ser o que quiser ser? Ambos podem fazer o que quiserem, desde que seja consensual e sem julgamentos. Tudo depende dos acordos. Mas sem essa de que “mulher tem que ser assim ou assado”, né? 2015, por favor !!!

xequeMate

Pontos negativos? Bom, o meu SENÃO vai para os diálogos, muitas vezes, formais e distantes entre um casal jovem e enamorado, que poderia conversar mais descontraidamente e safadamente. E essa impressão já vem desde o início do livro, quando os dos se conhecem no camarote.  Para falar das escolas de samba, por exemplo, os diálogos parecem aquelas aulas maçantes que a gente já abandona nos primeiros cincos minutos. “Menos é mais”. Além disso, o livro também possui alguns erros graves de português, tipo “INTENSÃO” ao invés  de “INTENÇÃO”, “ESPIROU” ao invés de “EXPIROU” (de expiração), “PERCA” para “PERDA”, “A” para ações que aconteceram no passado no lugar de “HÁ”, dentre outros. A gente pode deixar passar? Sim, pode deixar passar. Isso não interfere no gostar ou não do livro, mas atrapalha, sim, o fluxo, além de ser uma questão delicada, já que os livros são também nosso suporte para o aperfeiçoamento da língua. Eu sempre ouvi, desde criança, conselhos acerca disso. Quer aprender bem o português? Leia. Errar faz parte (Quem não? Quem nunca? Eu mesma cometo váaaaarios), a língua portuguesa é muito difícil. Mas quando se trata de um livro, um bom revisou deveria se fazer presente. #EuAcho

Por outro lado, enalteço o trabalho de Dill, pela criatividade, pela audácia em ambientar a história no Brasil e por nos encher de orgulho por ser mais uma autora Brasileira talentosa !!! Não vá esperando cenas fortes de sexo, porque você não vai encontrar. É hot pela paixão, pela história envolvente, pela interação entre os protagonistas, pelo enredo. Eu li em um dia e super indico.

http://www.fatoamazonico.com/site/noticia/dill-ferreira-lanca-xeque-mate-na-bienal-do-livro-de-sao-paulo/

http://www.fatoamazonico.com/site/noticia/dill-ferreira-lanca-xeque-mate-na-bienal-do-livro-de-sao-paulo/

Quantas estrelas? Darei 4, porque a ortografia pesa, sim, na minha avaliação. Além da formalidade nos diálogos. Mas vale, sim, a leitura.

Ah !!! Esse livro foi lançado primeiramente na plataforma Wattpad, que é um local onde novos e respaldados autores publicam gratuitamente suas histórias, que podem ser acompanhadas passo a passo pelos leitores. O autor publica os capítulos aos poucos e você pode ir opinando sobre o desenvolvimento da história. Uma vez fazendo sucesso, muitos autores colocam no Amazon e/ou transformam em livros físicos, a partir do interesse das editoras, que tem cada vez mais acompanhado o movimento dessa plataforma, afim de descobrir futuros sucessos de vendas.

Quer comprar?

SARAIVA clique AQUI

AMAZON clique AQUI

Categoria(s):
COMPARTILHE:
15 de novembro de 2015

Tag NOVEMBRO NEGRO – Mês de Reflexão

Oi, gente !!!

O vídeo de hoje é uma TAG. Estamos em Novembro, mês da Consciência Negra. Por isso, resolvi responder a uma TAG muito especial sobre esse momento tão importante para nós negros.

Não deixe de comentar, compartilhar, dar um LIKE no vídeo e SE inscrever no canal, tá?

Muito, muito, muito obrigada !!!

Categoria(s):
COMPARTILHE:
15 de novembro de 2015

Série: Com o seu Bilionário

Oi, gente !!!

Eu acabei de terminar uma das piores leituras de minha vida !!! Desculpa se foi forte. Mas sabe a sensação de decepção? Rumrum Pensei em começar essa resenha de forma mais delicada e leve, porque quero acreditar que todos os escritores dedicam boa parte de sua vida a escrever algo com amor e respeito pelos seus leitores. Pelo menos, é o que sinto em boa parte dos que acompanho. Mas, sinceramente, não acredito que esse tenha sido o caso de Ellen Dominick. A sensação é dela ter escrito livros por encomenda, com prazo curto e numa fase de pouca inspiração.

Eu já falei em algumas resenhas que sinto falta de personagens negros ou mulatos nos romances, classificados como HOTS. As mulheres e os homens “deuses” são quase sempre morenos, ruivos ou loiros. Não tem nada a ver com queixa. É uma falta, uma observação. Afinal, negros também amam. Todo mundo gosta de se ver representado. Fato. Então, por que não?

Por isso, qual não foi a minha surpresa, quando, dia desses, ao procurar mais livros para ler na Amazon (estou viciada, virei compulsiva!), me deparei com um chamado em uma sinopse: “série de romance inter-racial”. É claro que baixei pra ler imediatamente, né? “Finalmente !!!”, pensei. Ôooo, mas antes não tivesse encontrado.

COM O SEU BILIONÁRIO é uma série com 6 livros, mas só três já traduzidos para o português. Inclusive, foram esses três que eu li. Fiquei curiosa para saber o final. Não por estar empolgada e, sim, para saber aonde a autora chegaria.

Não se assuste com esse começo um tanto mal humorado da de cá. Quer conhecer? Vem ver !!! Depois, cada qual pode tirar suas próprias conclusões.

Bom o primeiro é:

PRESA NA BIBLIOTECA COM O BILIONÁRIO

42752961-368-k798989

 

Penelope Hart só queria fazer o seu trabalho. Era para ser apenas mais um dia comum, mas quando Matt entra na sua biblioteca, tudo muda.
Ele é atraente. Ele é inteligente. E ele é bom demais para ser verdade.
Matt convence Penelope a procurar um livro com ele, sem perceber que há uma tempestade se formando lá fora. O que os eles farão quando descobrirem que todos foram embora e os dois ficaram presos na biblioteca, sozinhos? Será que Penny conseguirá resistir à sedução de Matt?
Quando eles forem resgatados e a identidade secreta de Matt como um bilionário for revelada, eles serão capazes de continuar juntos? Ou o seu novo amor desaparecerá como a neve derretida?
“Presa na Biblioteca com o Bilionário” é a primeira parte nesta série de romance inter-racial, seguindo Penny, uma mulher negra BBW, e Matt, um homem branco. 

Essa é a história de Penélope, uma bibliotecária que ama o seu trabalho, por ser apaixonada pelos livros. Com eles, ela pode viajar, porque, com eles ela pode se sentir mais completa. Por conta disso, passa muito tempo envolvida em suas leituras, muitas vezes, se esquecendo do mundo fora daquele universo. A biblioteca em que trabalha é grande, no centro New York.

Num desses dias comuns de trabalho, conhece Matt, um jovem misterioso, que vai à biblioteca em busca de um livro raro. Ele também é fissurado em leituras !!! Como a seção em que fica é na parte de baixo, eles não percebem quando todos vão embora, fugindo de uma terrível nevasca que assola a cidade. Quando se dão conta, apesar das tentativas, não conseguem sair da biblioteca. Ficam presos, sem luz, sem comunicação, com quase nada de comida, apenas com a companhia um do outro. Como passam horas juntos, acabam se interessando pelo outro e compartilhando momentos íntimos. Até que são descobertos e, Penélope descobre que seu companheiro de aventura, nada mais é do que um jovem bilionário.

Pela sinopse poderia ser até interessante, mas o desenvolvimento é raso, insosso. A protagonista não tem substância, o “herói” também. As poucas horas juntos não justificam tamanha relação. Não há nada profundo que nos envolva e nos convença de que isso seria possível. A gente sabe que possível é, a depende do nível de envolvimento. Mas quando isso é oco, não convence. E não me convenceu.

O livro é bem fino. Na verdade, é muito fino. Achei que tivesse feito errado e baixado o livro pela metade. Mas não. No final, tem um convite da autora para apreciarmos SEDUZIDA PELO BILIONÁRIO, segundo livro da série. Eu confesso que achei enrolação. Não existe a necessidade de transformar o livro em outro. Mas ok. Já que eu tinha começado, fui em busca do próximo. Quem sabe…

SEDUZIDA PELO BILIONÁRIO

51gKdQ7E1nL._SX311_BO1,204,203,200_

Penelope Hart costumava ter uma vida normal. Mas depois que ela é forçada a passar uma noite “Presa na Biblioteca Com o Bilionário”, o encantador Matthieu Dufour, tudo muda.
Multidões de paparazzi destroem a vida tranquila de Penelope, e quando as coisas saem do controle, só há um homem para quem ela pode pedir ajuda: Matt. Ele promete buscá-la e mantê-la a salvo.
Matt tem tanto dinheiro que poderia fazer todos os problemas de Penelope sumirem, mas será que ela pode confiar nele? Será que ela conseguirá voltar para a sua vida rotineira sem um coração partido? Ou será que ela vai descobrir que um final feliz com Matt é apenas um sonho?
***
Seduzida Pelo Bilionário” é a segunda parte da série de romance inter-racial “Com o Seu Bilionário“, seguindo a história de Penny, uma mulher negra BBW, e Matt, um homem branco. 

Mais uma vez, a sinopse é mais interessante do que o livro. Nesse, Penélope tem lidar com os paparazzi, que correm ferozmente atrás dela, querendo saber quem é a mulher que ficou presa com o bilionário Matthieu Dufour. Ela vive num apartamento bem simples e precário, no subúrbio, em que divide com uma amiga e, desde o dia em que ficou pressa com Matt, não tem mais sossego. Isso põe em risco, inclusive, o seu trabalho na biblioteca. Muitas dúvidas povoam sua cabeça. Por conta disso, prefere se manter longe desse outro mundo ao qual foi apresentada bruscamente. Mas é tarde demais. Primeiro, porque é impossível apagar o passado; segundo, porque o interesse mútuo já é uma realidade e, terceiro, porque só Matt pode ajudá-la a lidar com essa nova realidade. Realidade esta que também traz de bônus a família dele, não tão aberta e cheia de preconceitos. Mas Matt resolve assumi-la e faz-lhe uma proposta irrecusável. Será que ela vai topar?

Sabe aquelas histórias de princesas a esperas dos príncipes para salvá-las? Aí elas esquecem dos sonhos e passam a viver em função dos “bonitões”. Chato, batido, sem graça.

É mais um livro pequeno. Quando a gente pisca, acaba e já é convidado a conhecer o próximo livro: DESLUMBRADA PELO BILIONÁRIO.

DESLUMBRADA PELO BILIONÁRIO

51fy-TiRWQL._AC_UL320_SR200,320_

Será que seus sonhos se tornarão realidade na Cidade do Amor?
Penelope Hart nunca esperava estar nesta situação. Afinal de contas, quem é que adivinharia que Matt Dufour, um bilionário solteiro e gostoso, a convidaria para visitar Paris? Imagine! Ela, uma bibliotecária gordinha, que nem sequer tem um passaporte!?
Mas foi o que aconteceu, e agora Penelope precisa escolher: ir ou não com ele nesta viagem que tanto promete? Esta é uma oportunidade única, daquelas que só surgem uma vez na vida, mas Penny não sabe bem o que fazer. Seu coração já tem uma resposta, mas a sua mente prefere outra.
Será que isso tudo não passa de um jogo para Matt, ou será que ela está apenas exagerando? Irá Penelope abrir seu coração para ele, deixando-se deslumbrar por este bilionário inteligente e poderoso na Cidade Luz? E como será a sua primeira viagem de avião?
***
“Deslumbrada Pelo Bilionário” é a terceira parte da série de romance inter-racial “Com o Seu Bilionário“, seguindo a história de Penny, uma mulher negra BBW, e Matt, um homem branco.

Nesse “livreto” eles se preparam para ir a Paris. Penélope resiste, mas acaba aceitando e se preparando para tal viagem. Ela nunca andou de avião, nunca saiu dos Estados Unidos, nunca fez viagens longas. Sua melhor amiga, Kiara, faz questão de injetar lhe o ânimo que precisava.

Considero o livro um capítulo e neste é tudo voltado pra organização dessa viagem. Aí quando, finalmente, tal viagem acontece, ACABA. Um ponto bom neste foi ela no aeroporto com ele. As pessoas olhando, ela, como única negra, na sala VIP da primeira classe. O texto relacionado a isso é bem interessante.

O próximo ainda não foi traduzido. Ou seja, para saber mais pedacinhos temos que esperar. Sinceramente, nem sei se quero mais saber.

Próximas capas e edições

Próximas capas e edições ainda não traduzidas para o português

Agora, peço que olhe as capas desses livros e me digam em qual delas a mulher aparece gordinha? Pois descobri nesse último que Penélope é gordinha e baixinha. Oi? E as capas? E a descrição dela? Aiiii, várias queixas, viu? Decididamente, me decepcionei. Essa é uma história fraca, sem consistência e tendenciosa. Uma promessa que ficou no meio do caminho. Nada acrescenta a nossa existência. Existem várias histórias iguais. Com a diferença que ela coloca na diferença étnica dos dois. Sem falar que a colocam como uma tapada. Chata. Insegura.

 Sei que talvez tenha sido bem dura nessa resenha, mas é que fico chateada quando vejo uma possibilidade desperdiçada e tantas pessoas com histórias bacanas sem oportunidade. Além disso, usar o tema “relacionamento inter-racial” foi muita apelação se não iria se aprofundar. Apenas coloque os personagens e pronto. Agora fazer propaganda é ter muita responsabilidade. #EuAcho

* * 

(DUAS ESTRELAS)

Se você quiser ler para concordar ou não, eis o link. Baixe, leia e depois venha me contar o que achou.

PRESA COM UM BILIONÁRIO – AMAZON

SEDUZIDA POR UM BILIONÁRIO – AMAZON 

DESLUMBRADA PELO BILIONÁRIO – AMAZON

Categoria(s):
COMPARTILHE:
4 de novembro de 2015

NÃO PASSARÃO !!!

12063778_1680638262180896_3884200591483327472_n

É NOVEMBRO !!! Há exatos 8 anos o segurança da tal farmácia me seguiu, me parou e me pediu, no meio da rua, para que eu abrisse a minha bolsa, porque achavam que eu tinha usurpado algum item da loja. Ele, da mesma paleta da de cá, ainda me disse “você sabe, gente da nossa cor o povo acha que é tudo ladrão”. Dei queixa na delegacia, entrei na justiça e a tal farmácia sumiu com o dito. Ele evaporou e eu entrei para as estatísticas dos loucos que acham que “tudo agora é racismo”. Mas é, viu? Sempre foi. Esse indecente está aí, nos cercando, nos sufocando. MAS AGORA A GENTE FALA !!! Para quem sempre me pergunta como anda o processo, ele ANDA parado. Talvez nunca ANDE. Mas eu ANDO. E nunca vou parar. Mesmo que, no final, seja só história pra contar. Quem sabe um livro para meus filhos? Tapa só dói em quem toma. E esse ainda dói. Não vou PARAR. MULHER, NORDESTINA, NEGRA… Muita coisa pra dar conta !!! Mas eu dou !!! E amo o que eu sou !!! Meu sobrenome agora poderia ser “cansadinha”, mas eu preferi “não desisto, sem hashtag”. ‪#‎CadaDiaMaisPreta‬‪#‎DeNovembroANovembroNegro‬ ‪#‎RacistasNãoPassarão‬‪#‎MachistasNãoPassarão‬ ‪#‎UmaBanana‬

Categoria(s):
COMPARTILHE:
...1020...2829303132...4050...